Home  /  Notícias  /  Seleção feminina de judô embarca para Grand Slam de Paris

Seleção feminina de judô embarca para Grand Slam de Paris

06/02/2019 - Esporte

Já tradicional no calendário mundial, o Grand Slam de Paris será palco de estreia da maior parte das judocas da seleção brasileira. Ao todo, 14 atletas foram convocadas para representar o país, duas por categoria. Mayra Aguiar (78kg), Maria Portela (70kg), Aléxia Castilhos (63kg), Ketleyn Quadros (63kg) e recém medalhista no Grand Prix de Tel Aviv, Nathália Brígida (48kg) são as judocas da Sogipa na competição.

 

Mayra já venceu Paris em 2012 e 2016. Agora, suas rivais devem ser as japonesas Ruika Sato e Mami Umeki, as francesas Madeleine Malonga e Audrey Tcheumeo. Além disso, tem a holandesa Marhinde Verkerk e a britânica Natalie Powell.

 

‘Estou me sentindo bem, preparada. Essas competições de início de temporada são muito duras, mas também são quase que um treinamento. É observar como estamos indo e ajustar ao longo das competições’, observa Mayra.

 

Nathália Brígida começou 2019 muito bem. Depois de quase dois anos afastada das competições por conseqüência de uma lesão no ombro, Brígida estreou com a medalha de bronze no Grand Prix de Tel Aviv.

 

Além das sogipanas, também foram convocadas Sarah Menezes (48kg), Eleudis Valentim (52kg), Larissa Pimenta (52kg), Rafaela Silva (57kg), Tamires Crude (57kg), Ellen Santana (70kg), Samanta Soares (78kg), Maria Suelen Altheman (+78kg) e Beatriz Souza (+78kg). Depois de Paris, as atletas seguem para mais duas competições: o Aberto de Oberwart e o Grand Slam de Dusseldorf, todas em fevereiro.

 

O PROJETO OLÍMPICO SOGIPA tem o patrocínio do Banrisul, da Oi e da Parmalat, por meio do Pró-Esporte/RS e do Governo do Rio Grande do Sul, do Zaffari, Sulgás, Instituto Renner, Farmácias São João, Sabemi Empréstimos e Seguros, BRDE - Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul, Lojas Pompéia, Grupo Herval, Grupo Savar, Fitesa e apoio Iesa Veículos, Kley Hertz, Protecães, Perto S.A., Portocred, Sponchido Jardine, Medlive, Jackwall, Corretora Geral, Belenzier e Solidus por meio da Lei de Incentivo ao Esporte do Ministério do Esporte e do Comitê Brasileiro de Clubes (CBC).