Home  /  Notícias  /  O presidente da Sogipa, Carlos Wüppel, emitiu nota oficial sobre a MP 841/2018 que retira as verbas das loterias federais do esporte

O presidente da Sogipa, Carlos Wüppel, emitiu nota oficial sobre a MP 841/2018 que retira as verbas das loterias federais do esporte

13/06/2018 - Esporte
O presidente da Sogipa, Carlos Wüppel, emitiu nota oficial sobre a MP 841/2018 que retira as verbas das loterias federais do esporte

O presidente da Sogipa, Carlos Wüppel, emitiu nota oficial na manhã desta quarta-feira (13/6) na qual condena a Medida Provisória 841/2018, lançada pelo Governo Federal na ultima segunda-feira (11/06), que retira recursos oriundos das Loterias Federais dos programas de desenvolvimento do esporte em todo o Brasil.

 

A iniciativa do presidente sogipano coincide com a de dirigentes de outras entidades do esporte nacional e do movimento olímpico brasileiro.

 

Abaixo, a nota na íntegra.


"NOTA OFICIAL DA SOGIPA SOBRE A MEDIDA PROVISÓRIS 841/2018 DO GOVERNO FEDERAL

 

O grande objetivo da Sogipa nunca foi o de criar campeões e medalhistas no esporte. Jamais foi seu principal desejo brilhar nas Olimpíadas ou em campeonatos mundiais ou ainda percorrer o planeta competindo com o uniforme do Brasil. Tudo isso já ocorreu e ainda acontece, porém, é apenas uma conseqüência natural daquela que é a meta verdadeiramente importante: investir no esporte como uma ferramenta de educação e de inclusão, com vistas a auxiliar na formação de uma sociedade voltada para o desenvolvimento e a paz.

 

Portanto, fiel a estes propósitos, em nome da Sociedade de Ginástica Porto Alegre, 1867 - Sogipa, há 151 anos prestando serviços direcionados ao desenvolvimento do esporte e à formação das pessoas, MANIFESTO grave preocupação e contrariedade diante da medida provisória que retira recursos do esporte, oriundos das Loterias Federais, conforme anunciado pelo Governo Federal na última segunda-feira (11/06).

 

Nossa opinião, compartilhada com as mais importantes entidades esportivas brasileiras e consagrados atletas, é de que tal medida significa grave erro estratégico dos nossos governantes.

 

Reconhecemos a situação emergencial que a segurança pública enfrenta e a importância que isso representa para o povo brasileiro. Entretanto, não é retirando recursos do financiamento do sistema desportivo brasileiro que construiremos uma nação mais justa e fraterna.

 

Atualmente, o esporte é a política mais eficaz na redução das desigualdades sociais, contribuindo significativamente para a retirada de crianças e jovens das ruas e que encontram-se em situação de vulnerabilidade social.

 

Segundo informações recentes da Organização das Nações Unidas - ONU, o mundo seria um lugar mais saudável e muito mais pacífico se os governos investissem no esporte e na participação de seus cidadãos em atividades físicas.

 

A Sogipa não medirá esforços no sentido de demonstrar para a sociedade e, principalmente, para o Governo Federal e o Congresso Nacional, que a retirada desses recursos é uma medida equivocada e que fragiliza ainda mais as esperanças de milhões de pessoas numa existência melhor.

 

Porto Alegre, 13 de junho de 2018

 

Carlos Roberto Wüppel
Presidente da Sogipa"